• Diego Rubiño

Como a Due Diligence tem ajudado nas operações de fusões e aquisições de empresas (M&A)

A Due Diligence é o processo de investigação (diligência prévia) realizado com a finalidade de conhecer a real situação de uma empresa que esteja sendo alvo de negociação para realização de uma fusão ou aquisição. ⠀


Trata-se de um procedimento de análise sistemática de documentos e informações de uma empresa, com o objetivo de dar conhecimento aos potenciais compradores sobre sua realidade, bem como para poder mensurar os riscos e os impactos da operação.⠀

Ela é realizada conforme cada caso, logo, não existe uma regra padrão. No entanto, geralmente englobam as seguintes questões:⠀

a) Jurídica: Análise da estrutura societária; aspectos contratuais com terceiros, trabalhistas, tributários e de Propriedade Intelectual.⠀

b) Financeira e Contábil: Análise do Regime e da carga Tributária da empresa, histórico de receitas e despesas, orçamento, previsão futura, etc.⠀

c) Mercadológica: Análise do produto/serviço, preço, concorrência, projeções, investimentos, etc.⠀

Pois bem, existem diversos motivos que tornam a realização da Due Diligence extremamente necessária. A mais importante delas, podemos dizer que é a oportunidade do acesso a informações precisas sobre a situação do negócio a ser adquirido, o que dá embasamento para uma decisão correta por parte do comprador.⠀

O processo também é importante para expor erros nas operações e fraudes dentro de uma empresa, o que certamente faz com que os potenciais compradores/investidores pensem bem antes de concretizar a operação.⠀

Cabe ressaltar que no processo de fusões e aquisições de empresas, a Due Diligence, apesar de parecer ser um ato em prol do adquirente, é também de extrema importância para a empresa. Com ela, mesmo que a operação não venha a ocorrer, oportunizará aos administradores desta que tomem conhecimento da sustentabilidade futura e saúde financeira do negócio, bem como dará a eles a oportunidade de ficarem atentos aos aspectos que precisam ser melhorados e quais problemas devem ser corrigidos, tais como eventuais desproteções jurídicas, irregularidades fiscais, societárias, etc.⠀

Você já participou de alguma Due diligence? Compartilhe conosco!


Quer saber mais? Acesse o nosso site!

7 visualizações