• Diego Rubiño

Como o Memorando de entendimentos tem ajudado as startups?


A respeito dos documentos jurídicos mais importantes para Startups, falaremos hoje de como o Memorando de entendimentos (MoU) tem ajudado as Startups. ⠀

Bom, se você vai iniciar ou já atua sozinho em um projeto, a princípio ele não vai ter função, porém, tendo em vista que a maioria dos empreendedores optam por iniciar um negócio com sócios, e, ainda, em muito dos casos, não é hora de constituir uma empresa (custos desnecessários, já que ainda não existe um produto ou serviço para oferecer), recomenda-se a elaboração de um MoU. ⠀


Ele nada mais é que um Pré-Contrato de constituição da empresa, onde se definirão as regras do jogo. ⠀⠀⠀

O MoU evita divergências e conflitos, uma vez que sabemos que a maioria dos problemas das startups são por conta de desentendimentos entre sócios. Com ele, cada sócio ficará sabendo do seu papel no projeto. Logo, isso ajudará a evitar cobranças por conta de eventual falta de comprometimento e ausência de determinadas entregas.⠀⠀

⠀⠀⠀

Sendo assim, é importante que contenha no memorando:⠀⠀⠀

⠀⠀⠀

a) A divisão da participação futura de cada sócio (%); ⠀⠀⠀

b) O papel de cada sócio; ⠀⠀⠀

c) Os valores que serão investidos no projeto por cada sócio; ⠀⠀⠀

d) Condições para eventual saída de um sócio; ⠀⠀⠀

e) Forma de remuneração; ⠀⠀⠀

f) Atividades de cada um;⠀⠀⠀

g) A cessão da propriedade intelectual desenvolvida para o projeto;⠀⠀⠀

h) Confidencialidade das informações;⠀⠀⠀

i) Não concorrência;⠀

j) Horário de disponibilidade;⠀

Todas essas recomendações devem ser discutidas pontualmente e formalizadas no MoU.⠀⠀⠀

Podemos considerar o MoU como uma versão mais formal de um acordo verbal ou um acordo de cavalheiros. ⠀

Fique atento! Não deixe que uma boa relação entre sócios seja destruída lá na frente!⠀⠀

Obs. Importante ressaltar que o Mou também é muito utilizado depois da constituição da empresa e até mesmo para alinhar atividades com investidores que ingressarão no projeto, pois ele aborda questões importantes que não costumam ser discutidas no contrato social.⠀⠀

⠀⠀

E você, já fez um Memorando de entendimentos com os seus sócios?


Saiba mais em www.rubinoadvogados.com.br⠀⠀⠀

6 visualizações