• Diego Rubiño

Por que me apaixonei pela área de Tecnologia?

Atualizado: Mar 13

Por que eu me apaixonei pela área de Tecnologia?


Bom, como muitos sabem, me formei em Direito e sempre tive comigo o sonho de ter um escritório de advocacia (Muito por conta da inspiração do meu Pai, que também é advogado). Ocorre que, após inúmeras experiências na área, tive a oportunidade, depois de formado, de receber uma proposta para trabalhar na ACCENTURE em 2011.


Para quem não sabe, a Accenture é uma empresa multinacional de consultoria de gestão, tecnologia da informação e outsourcing. Além do mais, ela é considerada a maior empresa de consultoria do mundo, além de ser uma competidora global no setor de consultoria de tecnologia. Lá eu pude entender muito bem o que é esse mercado tecnológico e o quanto ele representa para a nossa economia.

Aliado a isso, a empresa me proporcionou diversas capacitações, dentre elas: gestão de negócios, gestão de pessoas, liderança, gerenciamento de projetos, SAP, mapeamentos de processos, bem como a oportunidade de trabalhar em projetos imensos dentro da Petrobras e da Refinaria Abreu e Lima, em Ipojuca/PE.



Equipe da Refinaria Abreu e Lima - Petrobras (2012)



Após 02 anos de aprendizados, entendi que estava apto para seguir com o meu sonho. Que era de ter um escritório de advocacia diferente, inovador, como foco no planejamento e prevenção jurídica. Sendo assim, abri meu próprio escritório em abril de 2013, no Rio de Janeiro, com foco no atendimento de empresas.


E foi fácil implementar minhas ideias preventivas? Lógico que não. A maioria dos empresários e empreendedores ainda possuem a forte cultura do litígio. Muitos só me procuravam para atuar em processos judiciais. É legal fazer? É. Mas não era exatamente o que eu queria. E não era esse o meu propósito.


Pois bem, mas o que eu iria fazer para mudar isso? Foi então que em 2016, após muitas pesquisas de mercado, resolvi segmentar o nosso nicho de atuação para startups e empresas de tecnologia. Somando todo o conhecimento adquirido na área jurídica, com as experiências adquiridas na Accenture, Petrobras e Refinaria Abreu Lima.


Diante disso, embarquei rumo à Santa Catarina e abri nossa filial em abril de 2017, no município de Balneário Camboriú. Local estratégico, próximo ao grande polo que é Florianópolis e que cada vez mais vem se fortalecendo no mercado tecnológico.


E o que mudou desde 2013? Além do lugar, conheci muitas pessoas, empreendedores, investidores e consegui entrar de vez nesse mercado e ser um dos pioneiros a tratar da área jurídica na região. Outra coisa que notei por aqui, é que de fato as pessoas se preocupam um pouco mais com a parte preventiva do seu negócio. O que é bem legal.


Hoje posso dizer que o nosso escritório já atendeu e atende inúmeras startups e empresas de tecnologia em todo o Brasil e que cada vez mais está focado em oferecer soluções inovadoras para os nossos clientes.


Ah, em contrapartida, há dois anos que não piso em uma sala de audiências. Isso mudou muito também. Antigamente isso era rotineiro, por conta das demandas judiciais!!!


O que eu tenho a dizer com isso tudo? Só tenho a agradecer a minha família que sempre me apoiou e me inspirou, a cada experiência e oportunidade que tive, a cada contato, cada conversa, cada pessoa que conheci ao longo dessa trajetória, e é claro, a Accenture por abrir tanto minha cabeça. Tenho certeza de que se eu abro meu escritório assim que eu me formei na universidade, certamente eu não teria a cabeça e capacidade para realizar o que faço hoje.


PS. Não vou citar nomes para não ser injusto com ninguém. Mas todos que me ajudaram sabem de sua importância.

7 visualizações